Hospital Nossa Senhora de Lourdes

Nota de Esclarecimento.

 

 

A Diretoria do Hospital Nossa Senhora de Lourdes, após ter sido indevidamaente mencionada em comício no dia 23/09/2008, vem a público esclarecer:

 

O Hospital é administrado pelo Conselho da Sociedade São Vicente de Paulo, da cidade de Alvinópolis, sendo sua diretoria  composta pelos Senhores: Maurílio Bento Batista( Presidente); José Geraldo da Silva ( Tesoureiro); José Mauro de Figueiredo (Secretário);  José Silvério Cesário Pena ( Vice Presidente) José Celio Ferreira (Coordenador da ECAFO) e Remo Soares Ferreira Júnior ( Coordenador do Grupo de Jovens)..

 

A Diretoria do Hospital Nossa Senhora de Lourdes é composta pelos Senhores: Cosme Damião Chaves( Presidente);Narciso de Souza Trindade( Tesoureiro) ; José Geraldo da Silva (Secretário) e Vicente de Paula Rocha (Vice Presidente).

 

Vale  lembrar que todos os senhores citados acima fazem um trabalho voluntário, há vários e vários anos, sem receber um centavo sequer ,  trabalhando apenas para ajudar a pessoas necessitadas, como é a filosofia da Sociedade São Vicente de  Paulo.

 

As pessoas citadas acima mais os Presidentes das Conferencias, das Obras  Unidas e Especiais  fazem parte do Conselho que aprovam mensalmente as contas do Hospital sem nenhuma ressalva ou contestação. Portanto estas pessoas são cientes de toda movimentação de dinheiro do Hospital.

 

Também são encaminhadas anualmente os balanços para o Prefeito Municipal, Presidente da Câmara Municipal e  Pároco da cidade, como forma de transparência  em nossa administração.

 

Cópias dos balanços anuais são encaminhados para o CNAS (Conselho Nacional de Assistência Social), Ministério da Justiça em Brasília e para o  INSS(Instituto Nacional de Seguridade Social) que são órgãos responsáveis pelas autorizações de Filantropia e Entidade Pública Federal.

 

'Conforme determina a Lei', o gerenciamento dos recursos do SUS , como também a responsabilidade do atendimento, é de competência do Município, através da Secretaria Municipal de Saúde, órgão que recebe todas as verbas destinadas a saúde do município; sendo o Hospital "um parceiro" para atender os procedimentos de que o município não dispõe , tais como: Pronto Socorro ( Plantões Médico) que é de responsabilidade do município, Raio X, Ultra-sonografia, Exames Laboratoriais , Fisioterapia, etc.

 

Repasses da Prefeitura no ano de 2008.

 

R$ 17.500,00 mensais para auxiliar no pagamento aos médicos plantonistas que prestam serviços em nosso Hospital . ( custo mensais dos plantões R$ 21.000,00). Como podem ver, o Hospital complementa serviços de responsabilidade do município.

 

R$ 1.100,00 mensais até o mês de julho/2008, dinheiro exclusivo para completar o pagamento da Dra Francielle Cangussu  Sampaio, que atendia no PSF de Fonseca, não tendo o Hospital nenhuma participação nos valores ou negociações.

 

 

 

Prestação de Serviços .

 

 

A prestação de serviços, que não é repasse,  é realizada a preços de SUS, procedimentos deficitários ao Hospital, para evitar que os pacientes se desloquem até outras cidades para realização dos mesmos .

 

R$ 832,00 exclusivo  para pagamento ao profissional médico que realiza os exames de ultra-sonografia .( negociado e repassado diretamente ao medico)

 

R$ 350,00 exclusivo para pagamento aos profissionais da área de Fisioterapia. ( negociado diretamente  com os profissionais )

 

Prestação de serviços autorizados pela Secretaria Municipal de Saúde para exames laboratoriais que são realizados em Belo Horizonte - MG.  ( valores alternados não superiores a R$ 200,00 ).

 

A direção do Hospital jamais condicionou  algum atendimento a questões políticas / partidárias ou pressionou algum funcionário a votar em A ou B , sempre respeitando as opções de cada um.

 

Apesar da responsabilidade do Pronto Socorro não ser do Hospital, é onde o mesmo tem seus maiores custos, com os atendimentos de Urgência e Emergência .

 

O Hospital, como qualquer outro que atenda mais de 80% dos pacientes pelo SUS, passa por dificuldades constantes, e só uma parceria forte com o poder público pode amenizar a situação.

 

 A Diretoria do Hospital se dispõe a prestar esclarecimentos a toda a população de Alvinópolis, para quaisquer dúvidas ou contestações a este comunicado, que não tem fins políticos, apenas para esclarecer a verdade.  

 

 

Alvinópolis-MG  setembro de 2008