O    B  A  I  L  E

 

Por Zózimo Drumond

 

 

 

T R O C A    D E    E-MAIL's

 

Primeiro e-mail

 

Prezados amigos(as),

A finalidade deste é comunicar-lhe que nós, filhos de Darcy Carvalho,

tomamos a iniciativa de liderar uma

 

Campanha para ajudar ao

Alvinopolense Futebol Clube,

 

na reforma de sua sede social.

O objetivo é arrecadar fundos para aquisição do piso do salão de festas.

O valor de metro quadrado é de R$21,00.

Caso atenda ao nosso apelo, tomo a liberdade de abaixo deixar meu contato, para eventual contribuição.

       Esperamos contar com a sua doação, bem como, se possível, ajudar na divulgação.

        Grata, Maria Marina

        marinacarvalhotavares@hotmail.com

 

 

 

 

Segundo e-mail  (resposta)

 

 

Cara conterrânea Maria Marina:

Em primeiro lugar, meus agradecimentos por lembrar-se de meu nome na hora de tão nobre campanha. Não vou poder atender ao seu segundo pedido, sobre ajudar na divulgação da campanha, porque tenho dificuldades em comunicação, mas, para o primeiro pedido, acabo de fazer uma transferência bancária de R$105,00, equivalentes a cinco metros quadrados do piso, em reconhecimento que as solas dos meus sapatos devem ter sido responsáveis por parte do seu desgaste, também porque aquele pequeno quadrilátero já trouxe muitas alegrias em minha juventude. Deveria mandar mais, mas não o fiz, propositalmente pois, quanto menor for o pedaço a que terei direito na nova pista, mais agarradinho terei que ficar com minha parceira de dança.

        

Anos 80, com o saudoso Tuôla na portaria.

 

Parabéns por terem abraçado a tão nobre causa, e que tenham sucesso no empreendimento,    

e que, quando estiver pronto,  façam um grande baile de reinauguração,     

- e que não se esqueçam de me convidar,   

- e que eu possa ir,  

- e que sejam convidados também, os distantes  Zazá, Duducho, Arlete, Diana, Zelinha, Walter Pontes, Adair e todos os saudosos amigos  

- e que os primeiros casais a chegar sejam  Repolês e Mariângela, Bené Classe e Pitucha, José Sylvio e Bernadete,  Dadico e M.Helena, Geraldinho e Lia, e todos outros meus grandes amigos que também contribuíram para que o piso se diminuísse em espessura,      

- e que contratem uma grande orquestra,    

- e que os pistons tenham surdina,   

- e que o repicado do bongô seja cadenciado,    

- e que a orquestra, em nenhum momento, toque a eguinha do pocotó,  

- e que nem se lembre da "bunda lê na festa do ap" ,  

- e que haja "bis" quando tocar El relojEn la orilla del mar,  St. Louis Blue,  Moon RiverLa Barca,  Monlight Serenade, Only You, Sabra Dios,    

- e que lá eu não veja nenhuma sandália e nenhuma camiseta cavada,   

- mas que eu veja muitos ternos, muitas gravatas, muitos longos,  

- e que na hora que eu for fazer a barba, capriche mais no lado direito, que encosta nas meigas faces das moças,  

- e que Nonô Selado não atrase em devolver o terno que mandei para lavar,  

- e que Amaral capriche mais no lustro do meu Scatamarchia,   

- e que alguém substitua Dona Marina que falava, quando eu passava em frente  à sua janela, que eu seria o rapaz mais bonito do baile,  

- e que também alguém substitua a Dona Tita que um dia aceitou lavar meu colarinho, manchado de vermelho, o qual tive vergonha de levar para minha mãe   

- e que não passe nenhum carro na "Avenida" para meu terno preto não tornar-se vermelho,    

- e que quando eu chegar ao clube a Pompéia já se encontre lá  e esteja  muito bonita,   

- e que ela dance todo o baile comigo, bem coladinho,   

- e que, se a luz apagar, furtivamente eu lhe roube um beijo,   

- e que ela e Repolês deixem eu dançar pelo menos um bolerozinho com a Mariângela (mas aí já não é coladinho),     

- e que a orquestra comece logo a executar as mais românticas músicas,  

- e que a penumbra do salão tenha sido feita por mim,   

- e que a cerveja esteja bem gelada, suada,    

- e que o quibe esteja bem sequinho, escorridinho,   

- e que quem for substituir o garçom Laerte, seja tão simples e amável quanto ele,  

- e que a última música seja "ai, ai, ai, ai, está chegando a hora"  

e que o dia clareie naquela linda confraternização,  

- e que a cerração esteja muito baixa,  

- e que todos se abracem numa grande união,   

- e que a saudade e a lembrança sejam tão grande quanto a festa,     

- e que não fique em apenas uma,      

- e que ...   e que... e que pena que numa  janela pequena de uma casa simples, lá  não estarão  Sô Dico Gama e Dona. Augusta para verem o primeiro  a chegar e o último a sair  

- e que  a  Paz reine em todas as famílias, em todos os lares.....

 

Quem quiser ajudar essa nobre causa, entre em contato com a Marina de Darcy.

O Alvinews apóia mais essa campanha em benefício da melhoria do AFC, clube de tantas tradições e historicamente reconhecido em Alvinópolis por seus famosos bailes.