Alvinews na Argentina 2

 

Cervejando

 

 

Gjunior

 

 

Nesse segundo texto sobre a Argentina o assunto será cerveja, que cá entre nós, não é paixão só no Brasil.

Todos podem me questionar.

Mas você não tomou vinho lá? Tomei sim gente, e várias vezes.

 

A mais conhecida cerveja dos hermanos é a Quilmes, encontrada nos grandes supermercados daqui também, até com certa facilidade. Lá uma Quilmes litro custa em torno de 7 pesos, próximo de 4 reais. A cerveja Quilmes feita na Argentina desceu melhor do que a vendida aqui.

 

 

Mas a dica desse texto diz respeito a cervejas artesanais, em alta em todo o Brasil, com mercado crescente em Belo Horizonte. As marcas que me lembro daqui são a Falk Bier, Backer, Áustria Bier feita pelo Krug Bier, dentre outras. A Devassa também é destaque nacional.

 

Devido à Copa América 2011, disputada na Argentina, estava acompanhando a cobertura no excelente blog do jornalista Chico Maia (chicomaia.com.br), que além de falar sobre os jogos, também mostrou de forma muito legal as dicas culturais e gastronômicas de Buenos Aires.

Assim tomei conhecimento sobre uma fábrica de cerveja artesanal da melhor qualidade, a Buller, recomendada pelo jornalista e os mestres cervejeiros de BH.

 

Na minha visita a capital hermana, entrei no site www.bullerpub.com e fui descobrir o endereço da Cervejaria Buller.

Identifiquei o bar principal no Bairro da Recoleta, onde existem vários barzinhos legais e o cemitério onde está sepultada a Evita Perón.

 

Fachada do Buller Brewpub no Bairro da Recoleta

 

 

O Bar é todo de madeira e muito bem decorado, ponto de encontro dos argentinos que apreciam uma boa cerveja.

 

 

Todo o maquinário de fabricação das cervejas fica exposto, valorizando o trabalho artesanal deste precioso líquido.

 

 

No cardápio existe uma opção de degustação dos vários tipos de cerveja ali fabricados,  chamada Sampler, servida em pequenos copos de 100 ml.

Ótima idéia para conhecer os tipos e escolher as que mais lhe agradem.

 

 

Experimentei todas as opções e depois escolhi a India Pale, que tem um pouco de caramelo no paladar, porém sem ser doce. Realmente uma delícia.

Todos os tipos feitos na casa estão abaixo, para os mais curiosos.

 

Já indo embora, bati um agradável papo com um dos dono do bar. Ainda lhe pedi uma taça de lembrança, onde fui prontamente atendido.

 

Fica a dica pra quem for visitar Buenos Aires. Vá conhecer a Cervejaria Buller que vale a pena.

 

Saudações Alvinopolenses.

 

Gjunior é alvinopolense.

Contato : alvinews14@gmail.com

 

 

 

 

Cervejas da degustação.

Características e comentários das cervejas do site http://paraquevocerveja.blogspot.com

 

Buller Light Lager - 4.5%ABV.

Cor: Dourada, leve turbidez.

Aroma: Malte, lúpulo.

Paladar: Malte, lúpulo, leve amargor.

Uma Lager com bom toque de lúpulo de amargor. Esta é a menos interesante de todas.

 

Buller Hefeweissen - 5%ABV.

Cor: Amarela, bem turva.

Aroma: Malte, cravo destacado, tutti-frutti, leve banana.

Paladar: Malte, cravo destacado, tutti-frutti, leve banana, amargor final, acidez, cítrico, alta carbonatação.

Weiss com maior toque de lúpulo do que encontramos nas tradicionais German Weissbiers, gerando sabores cítricos e um amargor mais presente.

 

Buller Honey Beer - 8.5%ABV.

Cor: Âmbar, límpida.

Aroma: Malte, doce, álcool.

Paladar: Malte, doce, álcool, lúpulo, leve cítrico, bom amargor final, de média intensidade e boa duração, levemente seca, corpo médio.

Boa cerveja. Bom balanço de lúpulo com a doçura do mel.

 

Buller Oktoberfest - 5.5%ABV.

Cor: Âmbar escura, límpida.

Aroma: Malte, cereais(?), lúpulo.

Paladar: Malte, lúpulo, bom amargor final.

Boa cerveja. Leve e de alto drinkability. O amargor parece ser tímido de início, mas depois aparece bem e surpreende.

 

Buller India Pale Ale - 6%ABV.

Cor: Cobre, límpida.

Aroma: Malte, caramelo, lúpulo.

Paladar: Malte, caramelo, lúpulo, bom amargor final, de boa intensidade e duração, seca, corpo médio. 

Boa cerveja. Uma das duas melhores.

* Essa foi a que mais gostei.

 

Buller Dry Stout - 5.8%ABV.

Cor: Preta opaca.

Aroma: Malte, torrefação, café, leve chocolate(?).

Paladar: Malte, torrefação, café, leve chocolate(?), bom amargor, com boa intensidade e duração, corpo médio/baixo. 

Boa cerveja. Esta também está entre as duas melhores em minha opinião. Ela é servida com gás nitrogênio para dar o efeito cascata.