O carnaval do jacaré

 

Marcos Martino

 

 

 


 

Antigamente, prefeitura não participava de carnaval.

Quem fazia o carnaval eram os clubes e os blocos. Depois que as prefeituras começaram a botar trios elétricos na praça da baixada, mataram os carnavais nos clubes e os carnavais caíram e muito.

Mas isso não aconteceu só em Alvinópolis, mas em todas as cidades.

 

De qualquer maneira, nos últimos anos o carnaval de Alvipa deu uma levantada, principalmente por causa dos blocos que retornaram com força total. Para esse ano, em princípio, alguns frequentadores do mural do Alvinews andaram divulgando que a prefeitura não iria investir no carnaval. Segundo esses informantes, existem outras prioridades que extrapolam o carnaval, como os buracos pela cidade e outros problemas, que imaginamos, estejam deixando os atuais gestores muito ocupados. Mas a falsa notícia alardeada pelo desinformado informante não se sustentou.

 

Apareceu outro informante dizendo que a prefeitura vai investir nos bailes populares na praça, com a boa novidade de que serão privilegiados os barraqueiros locais, em detrimento dos de fora, como era feito nos anos anteriores. A notícia é boa, pela manutenção do crescimento do nosso carnaval, que vem se consolidando como um dos melhores da região. Apenas ficamos preocupados pois ainda não existem informações oficiais. Apenas informações de pessoas que se escondem atrás de anônimos, aproveitando para dar suas espetadas políticas. (um conselho que eu daria ao novo governo é nomear alguém para as comunicações oficiais da prefeitura, para não deixar que paraquedistas divulguem algo de forma irresponsável e criem situações embaraçosas para o governo).

 

 

Vejo com bons olhos a disposição do atual governo em investir nos eventos. Alvinópolis tem sim uma vocação natural para festas, por receber muito bem os visitantes. No caso do carnaval, em minha opinião, deveria haver  uma mínima organização e incentivo aos blocos. Chamar o pessoal na prefeitura para bater um papo e organizar as coisas. São os “bambas” da cidade e o espírito festivo do povo que fazem o nosso carnaval ser tão famoso.

 

Tem o bloco do Saco Sujo, que é tradicionalíssimo. Que tal a galera investir mais, comparecer com tudo no Saco Sujo desse ano?

Tem outros blocos que vem se consolidando, como os Piratas, as piranhas e outros. Parece que o Bloco do Ninho da Águia esse ano não sai, infelizmente. Mas que tal criar novos blocos? E as escolas de samba? Será que sairão? Terão incentivos? Tem também alguns foliões extravagantes. Lembro que o Zé Neném montava blocos muito criativos. Poderia voltar.

 

Saudades do Bastião de Olga. Poderia rolar o carnaval da terceira idade no Gaspar, com a turma da Banda Santo Antônio mandando ver. Matinês também seriam interessantes. E poderia rolar até mesmo um concurso de marchinhas. A escolhida não ganharia prêmios em dinheiro, mas quem sabe algumas caixas de cerveja, produtos da cidade, etc. Já os bailes noturnos nos clubes não tem chances de voltar, com tantas bandas tocando de graça na praça.

 

Agora, tem de ter alguém na prefeitura pra organizar uma programação e divulgar e imagino que já estejam tratando disso. Pelas informações do informante anônimo do mural, nosso carnaval começará bem antes, já na festa de aniversário da cidade. Bom demais. Ótimo sinal. Por toda região o que está sendo dito é que Alvinópolis vem fazendo o melhor carnaval da região.

 

Que o carnaval do jacaré arrebente a boca do balão e consolide essa fama. E viva Alvinópolis!

 

 

Marcos Martino é alvinopolense, poeta, escritor, jornalista, músico.

Email : marcos.martino@gmail.com