Jogar Alvinópolis pra cima sempre

 

Marcos Martino

 

 

Temos sempre de exaltar o que temos de bom, nossa cultura, nosso gosto pelas artes, nosso jeito de ser, buscar a interação com outras comunidades, crescer, evoluir.

Usei muitos verbos para exprimir algumas atitudes e sentimentos para com Alvinópolis. Essa terra é pra muitos inspiração para o resto da vida, refúgio de memórias vividas em campinhos de gramados calvos, dos craques descalços(não foi o meu caso) ou usando tênis em apenas um pé.

Alvinópolis foi pra muitos escola de vida, romance em movimento, cenário mágico. Não sei o que representa para quem está lendo. Pra mim tem hora que parece uma cidade cenográfica. Quando vejo uma foto que meu irmão Roger postou no facebook tenho reforçada essa impressão. A rua de Dona Naná e de Castivilla é um recorte dos tempos coloniais.

Mas ainda falando sobre a cultura de Alvinópolis, graças a Deus acontece uma coisa muito boa. De todos os lados da política tem pessoas que gostam e trabalham pela arte.

Já pensaram se fosse diferente?

Fiquei feliz ao ver que o Festival teve sua continuidade de forma brilhante, que houve satisfação principalmente por parte dos músicos, que parecem ter saído bastante felizes com o tratamento recebido.

Fiquei feliz também por causa da Festa da Chita. Achei as artes muito bonitas. Não tive a oportunidade de ir pessoalmente por causa de alguns trabalhos que tem me ocupado os finais de semana.  Mas vi as artes na internet, lindas, com alguns diferenciais com relação aos anos anteriores. Fiquei feliz com o resultado e com a qualidade artística.

Sugiro apenas uma coisa ao pessoal das organizações: para o próximo ano reservem uma verba maior para a divulgação. Como diz o meu amigo Dindão, do Jornal Bom Dia, principalmente a Festa da Chita tem potencial para ser uma das maiores festas da região. Mas tem de investir um pouco mais.

Que venham outros eventos, outras ideias. Os concursos literários e recitais de poesia na Selaria são também muito interessantes e de custo muito baixo. Nosso Congado é Fantástico e a Igreja vem se abrindo para os jovens e para a cultura, outra boa oportunidade de dar um incremento na Festa da Padroeira.

De qualquer maneira. Parabéns a nossa querida cidade, que muito nos orgulha pela sua cultura.

Viva Alvinópolis!

 

Marcos Martino é alvinopolense, poeta, escritor, jornalista, músico.

Email : marcos.martino@gmail.com