A HISTÓRIA DO VERDE TERRA

PARTE 19

 

Neo Gêmini

 

Rogério, Manoel e Ronaldo no Porão 71.

 

FESTIVAL DE SÃO PEDRO DOS FERROS-MG  - JULHO 1982
Um terceiro lugar que valeu muito  e a estréia de novo integrante


Após o festival de João Monlevade (Abril/82), o grupo estava um pouco disperso, principalmente devido às novas possibilidades e objetivos dos componentes. Alguns já não moravam mais em Alvinópolis e outros estavam  preparando mudanças futuras.
Eu por exemplo, após a formatura em Dez/81 em Téc. Contabilidade no Colégio Estadual Cândido Gomes, já vislumbrava outro futuro em Belo Horizonte, assim como os outros "verde-terranos".

Antes porém, fiz as provas de psicotécnico para exames de habilitação de motorista em João Monlevade, na famosa "Psicom". Outros já moravam em BH.

 

Em Alvinópolis, após o 3. lugar em João Monlevade, ficamos um pouco "ressabiados" de festivais. Porém eu vi um anúncio no jornal sobre o Festival de São Pedro dos Ferros, cidade localizada na Zona da Mata Mineira, entre Rio Casca e Raul Soares, distante cerca de 90 km de Alvinópolis.
Inscrevemos várias músicas, entre elas Interior, Colheita e Massacre no Solimões.
Classificamos "Colheita".
Devido aos arranjos vocais, falta de vozes no grupo, convocamos um novo elemento ou um neo-verde-terrano, o Marco Antônio Carvalho, o popular "Cozó", com sua voz de "besouro" bem grave, para dar um toque especial  à banda.

 

Cine Teatro Jacarandá, onde ocorreu o evento.

Em frente a praça principal da cidade.


Foi nossa primeira participação no Festival de São Pedro dos Ferros.
Ficamos hospedados num hotel bem familiar e simples, bem perto do cinema, na praça principal, onde se realizava o evento. Aliás, a praça se parece um pouco com a  de São Domingos do Prata, cidade também perto de Alvinópolis.
Era super romântica e aconchegante, com árvores e bancos estratégicos...

O "Gão", ou o famoso João Carlos, pegou no meu pé lá, devido ao nome de uma das ruas principais da cidade , que ficava perto do hotel e do movimento da galera: "rua Neco Soares".
O clima parecia muito com Alvinópolis. Aliás o festival de lá, aconteceu  na tradicional data do evento de nossa terra, 22 23 e 24 de Julho. Em Alvinópolis, devido a fatores que não me lembro bem, o festival seria realizado, excepcionalmente naquele ano, em Outubro, coincidindo com a Festa da Padroeira, Nossa Senhora do Rosário. Por isso prá preencher essa lacuna, fomos para São Pedro, reviver Alvinópolis do festival em Julho.

As lembranças do festival são poucas, apenas que foi realizado num cinema, na praça principal, do mesmo jeito do Festival de Congonhas. Estava lotado lá. Lembro-me que usamos muito o crachá personalizado do Verde Terra, de cada componente, prá entrar e sair do cinema. Tomamos algumas pingas com mel, prá espantar o frio e preparar a garganta pra interpretação da canção.
Classificamos para a final e o carnaval foi na praça mesmo, em um boteco bem transado.


No domingo de dia, café da manhã, rolé na city , almoço , descanso e preparação para a grande final.
Interpretamos bem a musica "Colheita", que fala da vida e rotina de um lavrador e sua vida no campo.
Conquistamos o 3o lugar e ficamos muito felizes com a receptividade do público local.
A data coincidia com a Festa do "Ferrense" Ausente, a cidade estava repleta de turistas, amigos e nativos que moravam em outras regiões.
 

Para ilustrar um pouco  esse capítulo,  o novo integrante,  Cozó, relembra aqui a emoção de sua estréia no Verde Terra :

 

Ronaldo e Cozó, dando uma canja no Festival 2010.



 " Foi com grande entusiasmo que, após ser convidado pelo Marcos, para integrar o grupo Verde Terra nos vocais e depois de vários ensaios em sua casa, decorando as letras e treinando os arranjos fui participar do Festival de São Pedro dos Ferros, em Julho de 1982
Prá falar a verdade antes um pouco da apresentação estava um pouco tenso. Por isso tive que tomar umas biritas no barzinho da praça, ao lado do cinema para descontrair um pouco e aliviar  aquela ansiedade especial.
Após a entrada no palco e os primeiros acordes da música o grupo foi se empolgando, juntamente com o público e a apresentação foi ótima. Um verdadeiro show. Eu particular- mente, após os aplausos da platéia fiquei bastante emocionado e recompensado pelos momentos  que vivi. A estréia foi sensacional. Valeu Verde Terra."
Marco Antônio Carvalho - Cozó - Alvinópolis, Setembro/201
0.

A volta para Alvinópolis foi ótima e repleta de brincadeiras saudáveis entre os compo nentes. Mais um troféu que o Verde Terra trouxe para engrandecer a cultura de nossa cidade.

Abraços a todos.

Neo Gêmini

 

Acesse www.neogemini.com.br e conheça um pouco minhas obras literárias.

Acesse: www.soundclick.com/paucomarame e ouça um pouco do rock elíptico da banda Pau com Arame.