A HISTÓRIA DO VERDE TERRA

PARTE 36

 

Neo Gêmini

 

Rio Casca - MG

 


I FESTIVAL DE MÚSICA EM RIO CASCA - MG - OUTUBRO/1986
Ótima receptividade, conquistas, alegrias, mas um prêmio simbólico

 

No mês de outubro, ano 1986, após a volta triunfal, com o show no Festival de Alvinópolis, em Julho, no Parque Esportivo Julio Mascarenhas, onde "Festa na Roça", com interpretação do grande Gil Damata faturou o primeiro lugar e melhor arranjo, o Verde Terra fez uma excelente apresentação no  I Concerto na Praça, em Alvinópolis, realizado pela ASCAL na Praça São Sebastião.

Neste dia, o grupo iniciou a coleta de assinaturas para a gravação do cd com o "Plebiscito para Avaliação", onde as pessoas que queriam adquirir o LP, colocavam o nome, endereço, e quantos discos desejaria comprar.

 

Todos estes ótimos fatos alegraram e trouxeram energias positivas aos integrantes e para a cidade de Alvinópolis. Com muita disposição o grupo participou pela primeira vez do Festival de Rio Casca, alias o primeiro evento deste nível naquela cidade, que teve uma ótima organização e engajamento de várias pessoas da área cultural de lá. Rio Casca está na Zona da Mata, perto de Ponte Nova e principalmente entre São Pedro dos Ferros (onde o grupo Verde Terra já tocou) e Raul Soares.

 

Classificamos 3 músicas: "Nós, os Loucos", "Programação de Gente" e a recente "Noite de Cão" (Hino da República dos Anjos). Como a cidade está próxima de Alvinópolis, fomos em vários carros passando por Vargem Linda, após o Major Ezequiel , uma parte em estrada de chão, mas que diminuía bastante a distância normal pela BR asfaltada.

 

O grupo conseguiu uma simpatia e admiração incrível do povo local. De cara houve uma empatia muito grande entre Verde Terra e a cidade de Rio Casca. Lembro-me que fui com uma capa vermelha nova de baixo, que chamava bastante atenção da galera. Inclusive por causa dela, acabei "ficando" com uma garota de lá, que posteriormente foi uma namorada.

Todos curtiram bastante a cidade, garotas e alegria daquele lugar, que tem um clima bem de verão, também está perto das praias capixabas.

 

Verde Terra nos bares da vida.

Na foto, em primeiro plano à esquerda, Joãozinho, Carlinhos, Marcos.

À direita o Dico com seu surdão.

Foto do arquivo do Verde Terra no facebook.

 

No outro dia, na final, a expectativa entre o grupo era enorme.

No resultado final, conseguimos apenas o prêmio "simbólico", sem dinheiro e troféu, de melhor letra, para "Programação de gente (Um alerta)".  Mas a música que mais mexeu com a platéia, que lotava um espaço cultural, com quadra de esportes, foi a "Nós, os Loucos".

Foi uma decepção assim, neste sentido.

 

De toda forma, o grupo conheceu inúmeras pessoas, algumas que já moraram em Alvinópolis, outras de Rio Casca, que visitavam de vez em quando a nossa cidade, tinham parentes, em Alvinópolis, etc.

Deixamos uma marca enorme nos barzinhos da cidade, conquistando uma legião de fãs.

 

Na opinião do povo em geral, "Nós, os Loucos" era a grande preferida para o primeiro lugar.

Mas quem faturou esse prêmio foi a premiadíssima "Festa na Roça" de Gil Damata e Mário Augusto, com o melhor arranjo também. (Mesmo resultado do Festival de Alvinópolis, em Julho do mesmo ano).

 

O destaque do Verde Terra foi o enorme tempo que ficamos tocando violão e cantando no barzinho mais charmoso da cidade, o "Natural", localizado numa enorme avenida, reta principal da cidade.

Começamos por volta das 11 da manhã de um domingo de muito sol e ficamos até por volta das 18 horas,  antes de irmos para a grande final.

Comemos apenas algumas porções de batatas fritas e tomamos cerveja, além de algumas cachaças para calibrar a voz, cantando os grandes sucessos do Verde Terra e da MPB.

Fizemos muitas amizades lá. Foi um fim de semana inesquecível.

 

Abraços a todos, muita paz e saúde.

Neo Gêmini

 

Acesse www.neogemini.com.br e conheça um pouco minhas obras literárias.

Acesse: www.myspace.com/bandapaucomarame e ouça um pouco do rock elíptico da banda Pau com Arame.

 

Colunas anteriores