INFINITA CASA

(Uma saudade)

 

Neo Gêmini

 

Rua de Cima

Alvinópolis 2010.

Foto : Gjunior

 

 

Não quero que te escondas eternamente

Tu és sempre o aconchego gostoso

Saudável, especial, singelo, fraternal

Onde revigoramos nossas almas livremente

Tuas belas princesas românticas

Energizam-nos em sonhos distantes

Tua cultura engrandece teus filhos

Crianças honestas, homens brilhantes

 

Ensinaste-me a crescer interiormente

Religiosamente, artisticamente, corajosamente

Com irmãos de históricas gerações

As mazelas serão páginas ocultas

Uma década e meia de lutas se foi

Sem tua natural calma inspiradora

Hoje, laços profundos e firmes

Minha mente, às vezes, passeia por ti...

 

Cemitério e Capela de Nossa Senhora do Rosário dos Negros.

Rua de Cima

Alvinópolis 2010.

Foto : Gjunior

 

No teu cemitério não há sofrimento

Lá do alto, circula sabedoria

Muito verde ao teu redor, embeleza-te

Sonhos,  lembranças, esperança ...

Teus entes ali adormecidos

Guiarão tuas gerações vindouras

Nas agruras e barreiras da vida

Com perseverança, lealdade e honestidade

 

Quem sabe um mártir não te coloque onde mereces

Teus inteligentes filhos hão de unir-se junto a ti

Vendo-te progredir na lúcida Era de Aquário

Regressando às raízes felizes

Colhendo os frutos de tua paz divina

 

 

Neo Gêmini, Belo Horizonte, 1998

Uma homenagem à querida Alvinópolis, "Cidade de Brinquedo".

Contato : neogeminiano@yahoo.com.br