O Cometa Halley

 

Sheila Vieira

 

 

Dentre minhas lembranças de criança, tenho uma que nunca mais esquecerei. Foi a visão do Cometa Halley.

Havia certa magia sobre o tal cometa e durante algumas semanas senti a empolgação dos meus pais juntamente com suas especulações a respeito do Halley.

Meu pai, sempre interessado nesses assuntos galácticos, esperava por Nozinho e Zinha para subirmos pro campo de aviação, onde a visão era melhor, por causa da escuridão.

Confesso que fiquei um pouco decepcionada com o cometa devido tanta informação que tinha ouvido sobre ele. Pensei que fosse um acontecimento de outro mundo!

Quando chegamos ao Campo de Aviação, lembro que meu pai me colocou no teto do carro e me mostrou um pontinho luminoso no céu.

Eu tinha apenas 5 anos na época, mas parece que foi ontem.

 

E exatos 25 anos depois, lembro-me ainda das palavras do meu pai:

- Está vendo? É o Cometa Halley! Olhe bem pra ele, porque ele passará novamente só daqui a 75 anos! Grave essa imagem pra você nunca mais esquecer!

E eu nunca mais esqueci...

 

Eu senti uma emoção junto a uma responsabilidade tão grande em ver um cometa que provavelmente nunca mais verei.

A não ser que eu chegue aos 80 anos com a mesma memória e emoção que eu tinha aos 5 anos!

Agradeço aos meus pais por me ensinarem a guardar recordações tão boas e marcantes da minha infância.

 

Sheila Souza Vieira é alvinopolense e bióloga.

Contato : sheila_sapiens@yahoo.com.br